segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Sunday soundbyte on Monday (IX)

Desculpem o atraso. Esta semana trago uma rapariga de quem não sou particularmente fã (nos tempos de Pássaros do Sul chamava-lhe cabrita-montesa), mas que tem uma mão cheia de canções que valem a pena. Restolho, O velho, Em cada lugar teu, Balada de un soldado e, entre outras, a minha preferida: Lume. Um concerto ou um álbum completo de Mafalda Veiga maçam-me. Uma musiquinha anima-me. Este bocadinho é para vocês... digam o que acham.

lume-soundbyte.mp3

19 comentários:

Mad disse...

Tive pena de não te conhecer no sábado. Talvez para a próxima. Mas conheci a tua menina e confirmo: tem os segundos olhos verdes mais bonitos do mundo!
Beijinhos.

SF disse...

Por acaso até gosto da 'moça', mas no tempo dos 'Pássaros do Sul' cruzei-me com ela num restaurante e fiquei com uma péssima impressão... para nariz empinado estou cá eu, e sou mais gira e bem mais simpática.
Mas é talentosa, sim senhor!
Beijinhos

av disse...

Mad,
Vens daltónica do Brasil, é o que é: os olhos da Sofia são azuis...

Maria del Sol disse...

Nunca engracei especialmente com a Mafalda Veiga, talvez pelo timbre peculiar da voz dela (e, confesso, por ser predilecta de certos grupos sociais que não primam pela vasta cultura musical, embora não me orgulhe deste pequeno preconceito), mas tenho de dar a mão à palmatória no que diz respeito às letras. A senhora escreve bem.

Besos!

Huckleberry Friend disse...

Mad, também eu! Até quando estás cá? Ou tenho de ir até ao fim do mundo e mais além, como ouvi dizer? Beijinho! E atenção à correcção da tua mAna, que tem razão!

SF, vi-a uma vez numa anta de Évora e foi supersimpática, até lhe pedi um autógrafo para uma amiga que era mega-fã... talvez fosse do dia!

María, escreve bem sim senhor. O pior é que às vezes não se percebe quando mudou a faixa. Muitas das canções são iguais a si mesmas.

JG disse...

Tiraste-me as palavras da boca. Mafalda Veiga é bom de se ouvir uma música. Mais que isso, é como tu dizes, maça. As letras são boas, as músicas assim-assim, a voz tem um timbre monocórdico e sem expressão que agarre.

Esta é a minha opinião, é óbvio. Que me desculpe quem gosta. Não retiro o mérito à pequena, mas tenho outras preferências.

Um abraço, Huckle. As tuas codornizes agradam-me mais.

JuliaML disse...

acho-a horrivel e tenho dificuldade em abstrair-me disso.

Embora dê comigo a não desgostar de certos temas, sendo de opinião que se fossem interpretados por outra pessoa, brilhariam mais.

Huckleberry Friend disse...

Juliaml, as letras são mesmo o melhor e mereciam melhor interpretação (há um dueto com o Jorge Palma muito giro, já o disco com o João Pedro Pais dispenso, porque embirro com o homem).
JG, se gostas do ninho, vai passando que a gente gosta que gostes! Abraços para os dois.

JuliaML disse...

Então acaba por concordar comigo.

Ela é irritante...nada sobressai com ela, fica tudo com o ar de LengaLenga...tal qual diz o JG, não se ouve mais do que uma musica...
Também não aprecio o Pedro Pais.

abraço

CVD disse...

Tal e qual..um disco inteiro acaba por fartar mas tem músicas bem giras e letras engraçadas!
primo..keep in mind o Cirque du Soleil!!
Ah e que tal ir ver o Bee Moovie no dia 26?????
Hummm???

Mad disse...

Azuis??? Olha, deve ser do frio...

Huckleberry Friend disse...

Boa compração com a lenga-lenga, Júlia!

Clarette, la vie est un cirque et tant mieux s'il y a du soleil... quant aux abeilles, on verra! Bisous, cousine chérie...


Mad, LOL!

SF disse...

O dueto com Jorge Palma é "Tatuagens" e é delicioso. Já o mesmo tema em dueto com o J.P.Pais é tenebroso... mas este rapaz dá-me comichões, é o que é. Não aguento mesmo. Era enfiá-lo no mesmo barco que os Delfins e mandá-los pelo rio Cabrão - que existe, no Minho - abaixo, ou acima, sei lá. Por falar em Delfins... o que será que ele queria dizer com "sou como um rio"?! É que depois de descobrir o rio Cabrão, confesso que fiquei (malevolamente) curiosa.

Huckleberry Friend disse...

Jorge Palma e João Pedro Pais, que contraste, sf! Adorei a história desse caprino rio... mas olha que, não gostando de Delfins, até acho piada a essa canção.

Sofia disse...

Aos presentes que discutem a cor dos meus olhos digo-vos o do costume: azuis esverdeados e meio acinzentados... mudam conforme os humores e os amores e até conforme o céu ou a cor da roupa! são especiais como eu... e há quem diga que brilham... Mas verdes, verdes são os do codorniz.
Um beijo a todos

JuliaML disse...

estou a ver que ainda vamos formar um club ;-)

Huckleberry Friend disse...

Clube de fãs da Mafalda Veiga? I'm out! De olhos verdes? I'm in! Ou de olhos cinzento-azulado-esverdeados-camaleónicos? Haverá quórum?

JuliaML disse...

Há quorum :-)

Huckleberry Friend disse...

Então, força! Pode ser uma resolução de Ano Novo...