terça-feira, 25 de março de 2008

Unselfconscious little me

Hoje cantei isto em altos berros, pela Duque d'Ávila acima.
De auscultadores nos ouvidos e com García Márquez pela mão.
Soube-me bem.

Katie Melua, If you were a sailboat

5 comentários:

Sammia disse...

Katie Melua \o/
A quanto tempo não ouvia falar...

Como vai Huck?
Cuidando se bem? E a cuidar bem de minha amiga Sofis?

Beijinhos aos queridos.

Sofia disse...

Adoro essa música!

Lembras-te daquela vez que a pus no mp3, no repeat e fomos dormir? LOL

Eu sabia que não te devia ter dado um mp3! Já basta as figuras que fazemos os dois, quando vamos no carro de janela aberta, agora de phones nos ouvidos, nem te quero imaginar...

beijos

SF disse...

Vinha perguntar se estavas sozinho ou se envergonhaste a Sofia... mas já percebi, pelo comentário dela, que não estava lá. Bem ou mal cantada, pelo menos ouve-se boa música, por aí. :)
No meu caso, é sempre mal cantada. Mas como já sei que nunca afino, faço questão de desafinar muito bem... e muito alto. É como diz o ditado: quem canta, seus males espanta. E tristezas não pagam dívidas.
Beijinhos

purita disse...

por acaso não simpatizo assim lá grande coisa...mas aprovo as figurinhas pela rua fora!:)

Huckleberry Friend disse...

Oi, Sammia! Matar saudades da Katie é sempre bom... eu pu-la hoje no rádio do carro, e vim a ouvi-la à beira-mar. Por cá tudo bem, fica descansada que eu dou mimos à miúda, que os merece! Um beijinho para ti e um abraço ao Bruno.

Dearest sailboat Sofia, claaaaaro que me lembro! Podes ir escolhendo a próxima música para me embalar, que eu prometo sair à rua no dia seguinte, com os inefáveis phones, para partilhá-la com o mundo - mas sem revelar a ninguém de onde me veio a inspiração. Beijinhos desafinados!

SF, desta vez estava sozinho, porque figuras destas fazemo-las nós a toda a hora... o paredão de Cascais que te conte a cantoria que por lá espalhámos num destes fins-de-semana! Cantar é das melhores coisas do mundo e fazê-lo a dois (ou três, porque não?) tem um gosto especial. Se dúvidas houver, recordemos: No peito de um desafinado também bate um coração! Beijos.

Purita, o importante é sabermos escolher a banda sonora ajustada às figurinhas que quisermos fazer. Qual seria a tua opção? Beijinhos!