segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

setedoumdooito

Foi bom e foi há seis meses. Às vezes parece que foi há seis dias. Outras, há seis séculos. Que continue a ser bom. E melhor.

I say a little prayer, cena de O casamento do meu melhor amigo

12 comentários:

filipacordeiro disse...

obrigada mano/padrinho pela referência ao maravilhoso dia que foi o setedosetedosete...
um beijo grande da mana

Anónimo disse...

Parabéns! 6 meses já lá vão...e os 9 estão quase a chegar :)...não sei se me entendem...
O Miguel manda beijinhos aos tios queridos.

Teresa disse...

... só para avisar que há um presentinho no Beatles Forever...
Beijo.

miguel disse...

Será que no mundo das aves também se festejam aniversários? E onde? No alto mar? Algures nas rotas migratórias? nos arvoredos? nos "cais" de abrigo? Deixo esta questão para o autor do "codornizes" me responder!

Lud disse...

setedosetedosete ..... eu estive lá! E que bem giro que foi.

Parabéns ao dono do ninho.

[]

Mad disse...

Parabéns!!!

fernando disse...

meus queridos, muito Parabéns do Padrinho e (aniversariante), esta coisa de termos o mesmo dia até deu jeito para nos lembrarmos uns dos outros!!! espero que venham muitos mais...

CVD disse...

Foi um dia fantástico... deixo aqui os meus parabéns aos noivos pelo meio ano e um grande beijinho muito especial de parabéns ao meu querido primo pelo aniversário DELE e pelos seis meses do casamento que, tão bem, apadrinhou!

Primo, és o máior!!!

Huckleberry Friend disse...

Mana, foi maravilhoso e tu foste a estrela... beijinhos!

Miguelito, tu também brilhaste na nossa versão do I say a little prayer. Parabéns pelos tios e espero que eles saibam contar até nove!

Teresa, já vi... four fab kisses for you!

miguel, o ninho ontem esteve encerrado... para celebrações! Que passaram pelo rio, pela terra, pelo cais, com sabores, cheiros, sons e sensações difíceis de igualar. Assim vale a pena... e ainda não acabou, que eu nisto de festas sou um bocado cigano.

Lud, o setedosetedosete foi giro e... inspirador, diria eu. Um abraço!

Mad, obrigado e beijinhos!

Fê, eu não dizia que o setedosete tinha sido inspirador? O setedonove aí está a prová-lo...

Prima CVD, obrigado, tu também és a mááááior e gosto muito de ti. Beijos.

Cidália disse...

Parabéns, Filipa!! Às vezes é estranho ver-vos de repente adultos, mas é muito bom saber que são felizes.

TVQ disse...

Meu querido amigo e padrinho,
Para começar, Feliz dia de desaniversário (tão importante como o seu oposto, com a vantagem de ser em muito maior número!).
Para mim o setedosetedosete foi realmente um dia marcante. Especialmente porque simbolizou e corporizou o sentimento que envolve a minha relação com a mulher da minha vida.
Mas sabes (e como o teu blogue não é um folhetim pseudo-romântico altero o curso do meu voo...) acima de tudo, para nós aquela cerimónia foi um modo de partilhar. Felizmente essa partilha extravasou as minhas expecativas...e tu, meu caro amigo e companheiro de tantas andanças e momentos, foste sem dúvida o expoente máximo dessa partilha.
PARABÉNS Pedro. Por esse dia e por tantos outros e, principalmente, por seres tão maravilhosamente singular e poético - caramba, qual o adjectivo mais adequado? A referência à poesia serve aqui apenas para simbolizar a emoção e a força de uma palavra que me faltou.. ah! Parole...)
1 grande abraço amigo. Tiago

Huckleberry Friend disse...

Cidália, de Lisboa a Valladolid, o importante é irmos sabendo que os amigos de quem temos saudades vão bem. Um beijo.

Querido TVQ: em data de desaniversário posterior àquele por que me desparabenizaste, dou vivas à partilha desse dia memorável, de que foi bom fazer parte. Deixas-me embaraçado, porque me emocionas, e como no dia setedosete volto a limpar o canto do olho. A poesia esteve presente nesse dia. Está nas nossas vidas. Que continuemos a partilhá-la, amigo, cunhado e irmão. Um abração!