sexta-feira, 30 de maio de 2008

Uma dúzia de dúzias

Sejam os nossos filhos, na sua mocidade, como plantas bem desenvolvidas,
e as nossas filhas como pedras angulares lavradas, como as de um palácio.
Salmo 144, capítulo 12

4 comentários:

Sofia disse...

oito oitas

;)

19 e cinco beijos

João Paulo Cardoso disse...

... sejam os netos campeões de xadrez, a julgar pela imagem.

Um abraço.

Mário disse...

Ou especialistas em decifrar códigos secretos, signos cabalísticos, sudokus ou realidade virtual.

Salmo bem a propósito de uma peça de teatro indicada pelo autor deste Blogue, mas a que fui hoje, completamente às escuras quanto ao tema e argumento.

Genial. Recomendável a todos os que são pais, filhos ou que lidam (ou lidarão) com crianças. No Teatro "A Comuna", mas só até 15 de Junho.
Pedro: thanks! Gugu-dadá!

Pedro disse...

Sofia
Vinte mais um... parabéns a nós! Beijo bom.

JP, pelo menos que saibam a cor das casas por que avançam no tabuleiro da vida... abraços!

Pai, que sejam o que quiserem e façam da vida o que mais felizes os faça! Ainda bem que gostou da peça, espero que mais alguém pegue na sugestão, que vale bem a pena! Beijinhos.