sexta-feira, 30 de maio de 2008

Blogues à sexta (XIX)

Vasco Baltazar


Trago-vos um blogue diferente dos habituais. Nem registo de sentimentos e sensações, nem súmula de opiniões políticas, nem resenha de poemas ou músicas, o espaço do Vasco Baltazar é, acima de tudo, a montra da sua oficina de oleiro. E uma montra que vale a pena espreitar, acreditem.

Ambos filhos tardios dos anos 70, as nossas vidas cruzaram-se o suficiente - na escola e nas férias - para nos fazermos amigos. Isto antes de outra coincidência nos ter tornado primos. Feita a declaração de interesses, suspeito que quaisquer suspeitas de favorecimento serão dissipadas com uma visita à arte do Vasco.

O blogue serve, acima de tudo, para mostrar a cerâmica que o Vasco fabrica, num espaço que adivinhamos inspirador e que ele não se coíbe de mostrar. Também estão presentes o currículo do artista e a sua agenda: além de participar em várias feiras ao longo do ano, expõe a solo e em grupo e tem peças em várias lojas. Também está representado no Museu de Olaria de Barcelos.

Apenas se sente a falta, neste blogue, de um endereço de e-mail para quem quiser contactar o Vasco, indagar sobre preços e obter mais informações sobre como adquirir peças. Feito o reparo, proponho-vos uma visita guiada. Os bules estão em maioria (sim, isto é um bule!)e nem todos têm tampa. Há-os para todos os gostos, a sério! Mas tambémjarras, presépios, santos e outras figuras, num estilo muito original que quase se constitui em imagem de marca. Da roda de oleiro do Vasco nasceram ainda troféus e painéis susceptíveis de serem expostos das mais variadas maneiras. Também fazem parte do catálogo, embora não estejam no blogue, cinzeiros, pregadeiras, travessões e outros objectos decorativos. Parabéns, caro Vasco. Um abraço amigo com o calor de uma mufla!

4 comentários:

PSB disse...

Pedro
Bem giro o trabalho do Vasco, com peças muito originais a revelarem uma criatividade talentosa.
Situa-me: o Vasco é um dos Filhos da irmã mais velha (Ginha?) da tua Sogra, é isso?
Um abraço

Huckleberry Friend disse...

B-I-N-G-O!
E um abraço, Pedro.

ana v. disse...

Pedro, estou fascinada com o site do Vasco. Adoro o meu Santo António (obrigada aos meus afilhados, mais uma vez!) mas não vou resistir a comprar um presépio dos dele, que adorei. Um dia destes combinamos e vamos lá, boa?
Beijinhos

Pedro disse...

É extraordinário, não é? E sabes o melhor? Recebi há dias um São Pedro que descansa à sombra da chave... deve ser por isso que o tempo anda tão maluco! Ah, e acho óptima ideia irmos visitar o artista in loco. Beijinho!