sexta-feira, 30 de maio de 2008

Ironia das ironias

Afinal de contas, ela vai. Eu é que ainda não sei. Desejem-me sorte!

Amy Winehouse, Back to black

2 comentários:

PSB disse...

Pedro
Espero que tenhas tido a sorte de... não ir!
Que vergonha e que fraude!
Se tivésse ido, acho que tinha ido reclamar o dinheiro à bilheteira.
Bêbeda, pedrada, sem voz, sem equilíbrio e sem nexo.
Acredito que seja mesmo uma estrela (de)cadente.
Um abraço

Pedro disse...

Fui... e o que vale é que a noite não foi só Amy, caso contrário teria dado o meu dinheiro por muito mal empregue. Raras vezes terei visto tamanha falta de profissionalismo. Dancei ao som da Ivete Sangalo, descobri que gosto mais de Lenny Kravitz do que julgava, mas o melhor que posso dizer da actuação da Winehouse é que me ri com alguns comentários à volta e senti um futuro fã do Rock in Rio a dançar no quentinho da barriga materna... enfim, ninguém pode dizer que o fiasco foi surpresa (a tipa é useira e vezeira nestas palhaçadas), mas é triste que tenha confirmado os piores receios. Tem talento mas vai dar cabo de tudo! Abraço.