sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Lar, doce lar



Going home é a última faixa da banda sonora original de Local hero, um filme dos anos 80. Recomendo a fita e a banda, que é de Mark Knopfler. E dedico a música à Ana Lobo da Costa, uma global hero que gosto de saber que gosta de estar em casa. E já agora, ao som da guitarrada, podemos ler este poema de António Ramos Rosa...

Casa de sol onde os animais pensam
erguida nos ares com raízes na terra
ampla e pequena como um pagode
com salas nuas e baixas camas
casa de andorinhas e gatos nos sótãos
grande nau navegando imóvel
num mar de ócio e de nuvens brancas
com antigos ditados e flores picantes
com frescura de passado e pó de rebanhos
ó casa de sonos e silêncios tão longos
e de alegrias ruidosas e pães cheirosos
ó casa onde se dorme para se renascer
ó casa onde a pobreza resplende de fartura
onde a liberdade ri segura

in Voz inicial, 1960

6 comentários:

Sofia disse...

Adoro esta música... lembra-me tanta coisa... e muitos regressos a casa. Lembra-me um concerto no Pavilhão Atlântico e desejos de o repetir no CAmpo Pequeno, já em Março ou Abril... vamos? Para ti um abraço desta música ;)

Ana um grande, grande beijinho... também gosto muito de saber que está em casa.

Huckleberry Friend disse...

Convite aceite para uma pega de caras à guitarra mais bonita do mundo. Só posso ir ao concerto com alguém que mereça a mesma distinção. Outro abraço, ou melhor, outra vez aquele.

ALC disse...

Pedro,

Quase, quase, tão bom como regressar a casa depois de 23 dias de hospital, é receber a meio de uma tranfusão, uma mensagem ternurenta desde Madrid, ou numa manhã ensolarada de Outono, outra mensagem a dizer-me que a vida espera por mim. E eu, aqui estou!

Beijinhos, muito muito agradecidos.

Ana Lobo da Costa

miguel disse...

Para a querida Ana Lobo da Costa a garantia que tenho um blogue no prelo e que aquilo que lá fôr feito é como se fora uma companhia, que quero que seja uma companhia para os amigos, mas, no contexto, principalmente para ela.

beijos grandes

Miguel

av disse...

Gosto imenso do Mark Knopfler, in ou out dos Dire Straits. Tem outra banda sonora linda, de um filme chamado The Prince's Bride (parece-me que é assim). Uma beleza. Podes dedicá-la à menina do Cais...

Um beijo para os dois, e também um beijo especial à Ana LC, que bem merece a dedicatória!

Huckleberry Friend disse...

Querida Ana Lobo da Costa, não menos ternurento é, a meio de um Outubro que já lá vai, ficar a saber que uma amiga gosta de me ver feliz. Partilhar as emoções fortes e os momentos bons e maus é a massa de que é feita a amizade!

Miguel, blogging home é a palavra de ordem. Venham de lá esses mortos, que temos saudades de muitos!

Boa malha, AV! Já iniciei diligências para levar a princess bride ao Campo Pequeno... para pegar a música de caras e nunca de cernelha, que isso é quase como o amor feito rotina ;)

Boa semana para tod@s!